Notícias de dispositivos móveis, gadgets, aplicativos Android

10 tendências em saúde digital que estão melhorando a vida dos pacientes

Nos últimos anos, a medicina tem se desenvolvido em ritmo acelerado. De acordo com as previsões da Delloite, em 2022, o volume de despesas no mercado global de saúde ascenderá a 10,059 biliões de dólares. As tecnologias futuras, a atenção especial das pessoas à sua saúde, a investigação científica e as descobertas – tudo isto define tendências nas soluções de software para cuidados de saúde.

Como especialista em medicina digital, a Exoft desenvolve constantemente tecnologias para fornecer soluções de alta qualidade em quatro segmentos principais. São telemedicina, saúde móvel, análise médica e soluções de sistema. Cada um deles visa melhorar a vida dos pacientes, facilitando ainda mais o trabalho do médico.

Aqui estão as 10 principais tendências em saúde digital que você deve observar:

10. Digitalização da infraestrutura médica

A manutenção de cartão eletrônico de paciente e faturamento eletrônico de receitas cria pontos de acesso a aplicações médicas especializadas, monitorando bancos de dados de doenças e terapias baseadas em Big Data.

As vantagens de manter bancos de dados eletrônicos são a possibilidade de tratamento paralelo do paciente por médicos de diferentes perfis e residentes em diferentes países. Além de agilizar e reduzir o custo da prestação de atendimento médico.

9. Medicina preventiva

A digitalização fornece uma base para projetos comercialmente lucrativos com modelos de negócios interessantes. Por exemplo, os algoritmos de IA podem ler a frequência cardíaca, identificando os estados limítrofes de estresse do corpo e prevendo o desenvolvimento de doenças crônicas.

8. Serviços para idosos

Com o aumento do número de doenças crónicas e a sobrecarga do sistema de saúde, aumentará a necessidade de formas alternativas de cuidar dos idosos.

Gadgets para monitorar sinais vitais e alertar profissionais médicos ad hoc sobre a deterioração da saúde de um paciente estão se tornando mais populares.

Nós recomendamos:  Como usar o iMessage em Windows 11 usando o Microsoft Phone Link?

7. Sensores médicos na cadeia da Internet das Coisas Médicas (IoMT)

Graças à miniaturização, personalização e sensores de processamento digital de sinais que estão penetrando em diversas áreas da saúde. Estão entrando no mercado sensores compactos que permitem ao paciente diagnosticar de forma independente.

No futuro, a IoMT implicará uma integração perfeita com sistemas de monitorização de saúde. Junto com o processo de diagnóstico e a indicação da terapia.

As inovações em neurofotônica nos permitem reconhecer sinais musculares. Além disso, transmita-os à prótese como comandos para realizar gestos ou ações.

6. Roupas inteligentes

Para a maioria de nós, gadgets significam smartwatches, monitores de fitness e monitores de frequência cardíaca para o pulso. Esta visão está desatualizada.

Um nicho promissor são os têxteis “inteligentes” para a saúde: você pode transformar eletrônicos em roupas (Xenoma, Japão), cobertores e travesseiros (VISSEIRO alemão), curativos (um projeto liderado pelo Dr. Ali Tamayol da Universidade de Connecticut) ou sapatos (Digitsole, França) para desempenhar funções específicas de monitoramento da condição física e cuidado do paciente.

5. Recursos para melhorar a alfabetização médica para não profissionais

A Organização Mundial da Saúde observa uma relação direta entre indicadores críticos de saúde (por exemplo, uma elevada taxa de mortalidade) e a incompetência da população em questões de saúde.

A plataforma “DoctoriA” criou grupos de informação sobre doenças comuns. Além de visualizar materiais informativos e vídeos, os usuários podem consultar especialistas e outros pacientes sobre temas como seleção de dieta, terapia preventiva, carga esportiva, métodos de reabilitação e assim por diante.

4. Tratamento local de doenças oncológicas

As inovações da medicina direcionada estão ligadas aos desenvolvimentos da biotecnologia e abrangem uma vasta gama de áreas, desde a biofarmacêutica, a inseminação artificial e a edição genética até à concepção de proteínas e ao desenvolvimento de medicamentos.

Nós recomendamos:  Como consertar Windows 11 Não pode ser instalado em disco dinâmico

A medicina pontual em combinação com plataformas analíticas é eficazmente utilizada para o tratamento do cancro e de outras doenças anteriormente incuráveis.

3. Monitoramento remoto da condição do paciente

As ferramentas de monitorização remota incluem um dispositivo móvel e um módulo de análise, permitindo monitorizar pacientes com doenças crónicas (diabetes, doenças oncológicas e cardiovasculares, apneias, doenças degenerativas do sistema nervoso) fora do serviço hospitalar.

2. IA em telemedicina

Diagnóstico operacional, análise de doenças raras, seleção de medicamentos, desenvolvimento e busca de moléculas por meio de bibliotecas digitais são apenas algumas áreas de aplicação da IA. Em combinação com inovações na tecnologia de sensores, a IA permite o exame remoto do paciente.

No entanto, contrariamente às expectativas dos futurologistas, o objetivo não é substituir o pessoal médico por um médico digital, mas sim apoiar a perícia médica na escolha dos métodos de tratamento.

A automação e a digitalização ajudarão os profissionais médicos a agir de forma mais produtiva. Será dada mais atenção às habilidades mentais, analíticas e sociais, e menos às tarefas administrativas repetitivas.

1. Aplicativos móveis e gadgets de condicionamento físico (mHealth)

Segundo um estudo da Deloitte, até 2025, as pessoas prestarão mais atenção ao acompanhamento constante da saúde em vez de visitas ocasionais ao médico. É por isso que os aparelhos de fitness estão repercutindo entre os consumidores.

Table of Contents