Notícias de dispositivos móveis, gadgets, aplicativos Android

6 Ferramentas DAST projetadas para proteção contra o Top 10 do OWASP

√Ä medida que mais e mais empresas transferem as suas opera√ß√Ķes para a Internet, a necessidade de medidas de seguran√ßa robustas torna-se cada vez mais evidente. Quando se trata de seguran√ßa de aplica√ß√Ķes web, detectar e prevenir ataques √© crucial. Para nossa sorte, a Funda√ß√£o OWASP publicou uma lista cuidadosamente selecionada dos dez riscos de seguran√ßa mais frequentes observados em sites. Eles iniciaram este projeto em 2004 e atualizam esta lista anualmente. Agora a quest√£o √≥bvia √©: como defender seu site contra tais vulnerabilidades. Insira o teste din√Ęmico de seguran√ßa de aplicativos (DAST). Neste artigo, apresentaremos o DAST, sua import√Ęncia e daremos uma olhada nas preocupa√ß√Ķes comuns de seguran√ßa em aplicativos da web. Tamb√©m apresentaremos seis das melhores ferramentas DAST para prote√ß√£o contra as dez principais vulnerabilidades.

O que é DAST?

Como o nome sugere, esta √© uma metodologia de teste de seguran√ßa que utiliza ferramentas automatizadas para detectar vulnerabilidades de seguran√ßa em aplica√ß√Ķes web. Ele pode ser usado como parte de uma avalia√ß√£o geral de seguran√ßa ou isoladamente. DAST √© diferente da an√°lise est√°tica, que depende da inspe√ß√£o manual do c√≥digo. √Č chamado de ‚Äúdin√Ęmico‚ÄĚ porque √© feito em v√°rios est√°gios do ciclo de vida de desenvolvimento de um aplicativo e pode ser usado para encontrar vulnerabilidades conhecidas e desconhecidas.

DAST automatizado vs. DAST manual

DAST automatizado:

O DAST automatizado √© mais r√°pido e eficiente. Ele pode verificar um grande n√ļmero de aplicativos e identificar vulnerabilidades que podem ser dif√≠ceis de encontrar com testes manuais. Tenha em mente que as ferramentas automatizadas n√£o conseguem encontrar todas as falhas nem podem ser 100% precisas.

DAST manual:

No entanto, o teste manual também é importante e não deve ser negligenciado. Ele pode ser usado para complementar testes automatizados e para encontrar vulnerabilidades que podem ter sido ignoradas pelas ferramentas automatizadas. Embora essa abordagem possa consumir mais tempo, ela pode ser mais precisa.

N√≥s recomendamos:  Como criar um link de chamada em grupo no Whatsapp?

Import√Ęncia do DAST

  • Ele pode ser usado para testar aplicativos que est√£o em produ√ß√£o
  • Ferramentas automatizadas podem verificar aplicativos de forma r√°pida e f√°cil
  • vulnerabilidades
  • Os desenvolvedores corrigem falhas de seguran√ßa antes que o aplicativo seja implantado
  • Ele garante que as falhas de seguran√ßa sejam resolvidas em cada est√°gio do desenvolvimento do aplicativo antes de come√ßar a trabalhar na pr√≥xima fase. Isso torna mais f√°cil corrigir bugs futuros e economiza tempo a longo prazo.
  • O DAST tamb√©m pode ser usado com outros m√©todos de teste de seguran√ßa

DAST é uma parte importante de qualquer programa de segurança de aplicativos da web. Pode ajudar a identificar vulnerabilidades que outros métodos podem não conseguir encontrar. Além disso, o DAST pode ser usado para testar aplicativos regularmente, o que pode ajudar a garantir que sejam seguros e atualizados.

Problemas de seguran√ßa em aplica√ß√Ķes web

Um dos principais motivos pelos quais as empresas est√£o migrando para a Internet √© aproveitar o potencial de aumento de vendas e receitas. No entanto, como acontece com qualquer opera√ß√£o online, os ataques cibern√©ticos est√£o em risco. e assim, a seguran√ßa de uma aplica√ß√£o web √© especialmente importante para empresas que dependem dela para conduzir suas opera√ß√Ķes. Os hackers t√™m cada vez mais como alvo as aplica√ß√Ķes web, pois muitas vezes s√£o um ponto de entrada na rede.

Os 10 principais riscos de seguran√ßa do OWASP em aplica√ß√Ķes web em 2021:

  1. Controle de acesso quebrado: Isso ocorre quando um invasor pode ignorar as medidas de segurança em vigor e acessar recursos aos quais não deveria ter acesso.
  2. Falhas criptogr√°ficas: ocorre quando um invasor consegue descriptografar ou falsificar dados explorando vulnerabilidades na criptografia usada.
  3. Injeção e script entre sites: ocorre quando um invasor insere algum código malicioso em um aplicativo que é então executado pelo usuário que não tem conhecimento da manipulação.
  4. Design inseguro: inclui vulnerabilidades introduzidas durante a fase de design do aplicativo. Eles podem ser difíceis de detectar e/ou corrigir, então pode demorar um pouco até que essas falhas sejam descobertas.
  5. Configura√ß√£o incorreta de seguran√ßa: ocorre quando as configura√ß√Ķes de seguran√ßa de um aplicativo n√£o est√£o configuradas corretamente, o que pode deix√°-lo aberto a ataques.
  6. Componentes vulner√°veis ‚Äč‚Äče desatualizados: ocorre quando o aplicativo usa componentes que n√£o s√£o mais suportados ou que possuem vulnerabilidades de seguran√ßa conhecidas.
  7. Falhas de identificação e autenticação: Ocorre quando o processo de autenticação não é implementado corretamente, o que pode permitir que invasores obtenham acesso à aplicação.
  8. Falhas de software e integridade de dados: ocorre quando um invasor consegue modificar ou excluir dados do aplicativo.
  9. Falhas de registro e monitoramento de segurança: ocorre quando o processo de registro e monitoramento de segurança não é implementado ou é ineficaz, o que dificulta a detecção de ataques.
  10. Falsifica√ß√£o de solicita√ß√£o no servidor: Este √© um tipo de ataque que explora vulnerabilidades no servidor. Ele permite que um invasor injete solicita√ß√Ķes ileg√≠timas no aplicativo, que s√£o ent√£o executadas pelo servidor.
N√≥s recomendamos:  Participe e ganhe Samsung M30s

Os aplicativos da Web precisam ser testados quanto às dez principais vulnerabilidades do OWASP. Estamos sugerindo que os aplicativos da web não podem ter outras vulnerabilidades.

  1. Astra Pentest: Esta ferramenta foi desenvolvida pela Astra Security, empresa especializada em pentesting, auditorias de seguran√ßa, blockchain/auditoria de contrato inteligente, testes de conformidade, testes em nuvem e muito mais. Al√©m disso, os especialistas em seguran√ßa da Astra Security est√£o dispon√≠veis 24 horas por dia7 para fornecer suporte remoto. O Astra Pentest foi projetado para realizar avalia√ß√Ķes de vulnerabilidade e pentesting tendo em mente os dez primeiros da OWASP. Ele vem com um painel limpo, simples e interativo que exibe atualiza√ß√Ķes de amea√ßas em tempo real, pontua√ß√Ķes de risco e fornece dicas de corre√ß√£o para cada vulnerabilidade.
  2. Burp Suite: Esta é uma ferramenta popular que muitos profissionais de segurança recorrem. Possui uma versão básica e uma versão Pro paga, ambas com todos os recursos essenciais necessários.
  3. Zed Attack Proxy (ZAP): Esta √© uma ferramenta popular de c√≥digo aberto. Sua interface de usu√°rio √© muito f√°cil de entender, facilitando tanto para especialistas quanto para novatos a realiza√ß√£o de verifica√ß√Ķes. Realizar uma verifica√ß√£o √© t√£o f√°cil quanto inserir o URL.
  4. HCL AppScan: Esta é outra ferramenta popular da IBM que oferece uma ampla gama de recursos, incluindo a capacidade de verificar aplicativos móveis.
  5. Grendel-Scan: Esta ferramenta foi projetada para encontrar vulnerabilidades e auxiliar no pentesting manual. Foi escrito em Java e permite integra√ß√Ķes com o processo de desenvolvimento.
  6. WebInspect: Esta ferramenta da HP oferece uma ampla gama de recursos, incluindo a capacidade de verificar vulnerabilidades em aplicativos móveis.

Conclus√£o

Nenhuma aplicação web está imune a ataques, por isso é importante implementar o DAST como parte do seu processo de teste de segurança. Listamos as seis melhores ferramentas DAST que o ajudarão a detectar as dez principais vulnerabilidades do OWASP. Mas use esta lista com sabedoria e lembre-se de diversificar seus testes. Você também deve usar outras ferramentas e técnicas para encontrar todas as vulnerabilidades em seu aplicativo web.

Table of Contents