Notícias de dispositivos móveis, gadgets, aplicativos Android

9 Estratégias de marketing digital para startups

As estratégias de Marketing Digital para startups são atualmente muito viáveis, devido à sua flexibilidade e ao baixo nível de investimento necessário para começar.

O principal desafio das empresas que estão iniciando no mercado é saber lançar e escalar sua empresa da forma mais eficaz possível.

Principalmente porque possui uma gama de estrat√©gias que apoiam o desenvolvimento e o crescimento de forma econ√īmica, √°gil e, o melhor de tudo, mensur√°vel ‚Äď tudo o que as empresas precisam quando est√£o dando os primeiros passos.

Mas, antes de ler as estratégias que você deve implementar na sua startup este ano, vou te contar quais são as singularidades que fazem uma opção tão válida.

Quais as particularidades do Marketing Digital para startups?

O Marketing Digital, na sua ess√™ncia, permite obter visibilidade na Internet atrav√©s de a√ß√Ķes nos diversos canais online existentes, como motores de busca, redes sociais, email marketing, entre outros.

A visibilidade é essencial para todos os tipos de negócios, mas para startups é ainda mais importante.

A promo√ß√£o na Internet faz com que uma ideia de neg√≥cio brilhante ou o desenvolvimento de produtos e servi√ßos bem planejados chegue ao p√ļblico-alvo, estabelecendo uma forte presen√ßa digital e um reconhecimento consistente da marca.

As a√ß√Ķes de Marketing Digital, portanto, permitem que a empresa cres√ßa o suficiente para iniciar suas vendas e gerar renda, contando com uma base de consumidores j√° familiarizada com o produto ou servi√ßo.

Outra razão para considerar Estratégias de Marketing Digital para startups é a sua relação custo-benefício.

Todas as a√ß√Ķes dispon√≠veis para voc√™ s√£o muito mais baratas do que as utilizadas no Marketing Tradicional.

As suas vantagens económicas são, entre outras:

  • variedade de a√ß√Ķes: voc√™ pode escolher a a√ß√£o mais compat√≠vel economicamente com o momento atual do seu neg√≥cio.
  • Controle de custo: mesmo na m√≠dia paga, voc√™ pode escolher um valor espec√≠fico para iniciar sua estrat√©gia de divulga√ß√£o e aument√°-la ao longo do tempo.
  • Segmenta√ß√£o: estrat√©gias personalizadas e direcionadas para impactar um determinado p√ļblico evitam gastos desnecess√°rios com p√ļblicos amplos e sem nenhum efeito.
  • Agilidade e flexibilidade: voc√™ pode fazer an√ļncios instant√Ęneos e public√°-los no mesmo dia, e at√© alter√°-los e melhor√°-los durante o per√≠odo em que estiverem dispon√≠veis, sem perder tempo ou dinheiro.
  • Alto ROI (retorno sobre o investimento): as a√ß√Ķes proporcionam um melhor ROI em compara√ß√£o ao Marketing Tradicional devido √† sua alta capacidade de segmenta√ß√£o e controle de investimentos, entre outros benef√≠cios.

9 Estratégias de Marketing Digital para startups em 2021

Em todas as empresas √© necess√°rio que as a√ß√Ķes de Marketing Digital sejam realizadas de forma correta para que o neg√≥cio alcance a visibilidade e o sucesso esperado.

Mas, no caso das startups, essas a√ß√Ķes devem focar, principalmente, no retorno eficiente do investimento, al√©m de serem econ√īmicas e apresentarem m√©tricas que contribuam para o crescimento acelerado do neg√≥cio.

Para que os recursos sejam utilizados de maneira adequada, trouxemos as principais estratégias que apresentam vantagens especiais para esse modelo de negócio. Descubra o que são abaixo.

1. Marketing de conte√ļdo

Consiste em oferecer conte√ļdo relevante e de valor ao p√ļblico empresarial, com o objetivo de envolv√™-lo ao longo de sua jornada de compra e gerar uma percep√ß√£o positiva da marca.

Esses conte√ļdos s√£o produzidos e oferecidos nos mais diversos formatos, como blogs, redes sociais, e-mails, v√≠deos, ebooks, infogr√°ficos, webinars, podcasts e muito mais.

Para iniciar uma estrat√©gia de Marketing de Conte√ļdo, o planejamento √© essencial. Este processo envolve principalmente a defini√ß√£o de objetivos e KPIs, por exemplo:

  • Gerar reconhecimento da marca.
  • Aumentar o envolvimento com a marca.
  • Eduque o mercado.
  • Gerar vendas.
  • Reduza o custo por venda.
  • Aumente o valor da vida √ļtil.
N√≥s recomendamos:  O Google Play apresenta a op√ß√£o UPI Autopay para compras baseadas em assinatura

E também a criação de uma Buyer Persona, um perfil semifictício para representar o cliente empresarial ideal da forma mais detalhada possível.

No caso das startups, muitas vezes elas se destacam por trazer ao mercado produtos ou modelos de neg√≥cios originais, que a maioria do p√ļblico n√£o viu em outros momentos.

Esse recurso abre uma grande oportunidade para que uma estrat√©gia de conte√ļdo seja implementada, pois permite um espa√ßo pr√≥prio para transmitir informa√ß√Ķes relevantes sobre o que a empresa oferece.

Al√©m disso, a possibilidade de produzir materiais relevantes, que estejam relacionados √†s d√ļvidas dos usu√°rios e aos problemas que precisam resolver, favorece a atra√ß√£o dos potenciais clientes corretos para os objetivos do neg√≥cio.

Mas, o Marketing de Conte√ļdos tamb√©m requer o apoio de estrat√©gias mais t√©cnicas, orientadas para a otimiza√ß√£o de motores de busca. Aqui o SEO est√° presente.

2. SEO

SEO significa Motor de Otimiza√ß√£o de Busca. √Č um conjunto de t√©cnicas de otimiza√ß√£o de sites, p√°ginas web e blogs.

Esses esfor√ßos visam alcan√ßar boas classifica√ß√Ķes org√Ęnicas que direcionem tr√°fego e autoridade para os canais de neg√≥cios.

A estratégia é essencial para que a empresa ganhe destaque e visibilidade no mundo digital e, consequentemente, mais leads, clientes e receitas.

O SEO trabalha com fatores que os algoritmos do Google e outros mecanismos de busca identificam para posicionar um site.

Os princípios mais importantes são:

  • A utiliza√ß√£o de palavras-chave no conte√ļdo (termos ou frases utilizadas pelos usu√°rios para fazer uma pesquisa na Internet).
  • Utiliza√ß√£o de URLs amig√°veis ‚Äč‚Äče adapta√ß√£o ao web design responsivo
  • T√©cnicas de link building e links externos.
  • Divulga√ß√£o do conte√ļdo produzido.
  • Uso de conte√ļdo visual.
  • Um site r√°pido, seguro e com bom desempenho t√©cnico, oferecendo uma boa experi√™ncia ao usu√°rio.

Naturalmente o SEO √© um dos pilares do Marketing de Conte√ļdo e n√£o pode ser isolado, mas as otimiza√ß√Ķes para mecanismos de busca tamb√©m s√£o extremamente valiosas para a estrutura do site como tal.

Ou seja, há uma série de fatores técnicos que um site deve cumprir para que se torne uma máquina eficiente e permanente de geração de tráfego ou, indiretamente, de oportunidades de negócio.

Isso porque um site sólido é uma base de atuação adequada para a empresa, na qual ela pode estabelecer comunicação direta com seus potenciais clientes e demais stakeholders.

3. SEM

Search Engine Marketing (SEM) √© uma estrat√©gia de Marketing dentro de mecanismos de busca, como o Google, e inclui publicidade paga (links patrocinados) e org√Ęnica (SEO).

Em ambos os casos, a marca aparece para o usu√°rio sempre que ele busca ativamente o conte√ļdo que o neg√≥cio oferece, portanto, esta √© uma das principais estrat√©gias a serem encontradas.

Os links patrocinados fazem parte da estrat√©gia de m√≠dia paga mais popular. Referem-se aos an√ļncios que aparecem no topo das pesquisas do Google, identificados pela palavra ‚ÄúAn√ļncio‚ÄĚ.

Mas, além dos buscadores, também podem aparecer em redes sociais, blogs, portais, entre outros.

A ferramenta utilizada para divulgar links patrocinados √© o Google Ads, plataforma de an√ļncios do Google, que possui diversas op√ß√Ķes de investimento que podem ser adaptadas √† realidade de diferentes empresas.

Para as startups, as a√ß√Ķes publicit√°rias na Internet ser√£o mais vi√°veis ‚Äč‚Äčpara situa√ß√Ķes e necessidades espec√≠ficas, pois basear todo o posicionamento digital nesta alternativa sair√° bastante caro. E a metodologia Growth Hacking √© bastante adequada para novos neg√≥cios de tecnologia.

N√≥s recomendamos:  3 Solu√ß√Ķes √ļteis para backup autom√°tico de suas fotos do smartphone

Nesse contexto, pode ser interessante investir na divulgação de eventos que a startup realiza ou na landing page de um e-book que foi produzido com o objetivo direto de gerar leads qualificados.

4. Marketing de email

O Email Marketing √©, talvez, a estrat√©gia de Marketing mais antiga desde o surgimento da Internet. Por√©m, continua consolidada como a t√©cnica mais assertiva e econ√īmica para as empresas.

A estrat√©gia funciona por meio do envio de conte√ļdos e ofertas por e-mail, com o objetivo de se aproximar do consumidor, direcion√°-lo ao site e orient√°-lo em toda a jornada de compra.

Para iniciar uma estratégia de Email Marketing, basta 3 são necessários elementos:

  • Um dom√≠nio.
  • Ferramenta de automa√ß√£o de Email Marketing (existem muitas op√ß√Ķes, inclusive gratuitas, como MailChimp).
  • E uma pessoa para executar a estrat√©gia.

Por isso, o email é o canal de Marketing Digital que traz o melhor ROI, não sendo necessário investir muito inicialmente para gerar um grande volume de contatos.

√Č tamb√©m um √≥timo espa√ßo para conquistar o usu√°rio com uma linguagem atrativa e estimulante, que gera conex√£o emocional a partir de newsletters e fluxos de nutri√ß√£o.

Afinal, se voc√™ compartilha constantemente conte√ļdos relevantes para seus contatos, aos poucos voc√™ os aproxima de sua marca e permite que eles verifiquem a autoridade que voc√™ tem sobre determinado assunto.

5. Marketing de influência

O Marketing de Influ√™ncia, ou Marketing de Influ√™ncia, refere-se √† publicidade de um produto ou servi√ßo atrav√©s da coopera√ß√£o de produtores de conte√ļdo independentes que influenciam grandes p√ļblicos e s√£o altamente engajados.

O objetivo de trabalhar com produtores de conte√ļdo, conhecidos como influenciadores digitais, √© criar uma ponte entre a marca e o p√ļblico influenciador, impactando positivamente as estrat√©gias de marketing digital para startups.

A principal vantagem do Marketing de Influ√™ncia √© a sua acessibilidade, pois n√£o exige grandes investimentos para conseguir um v√≠nculo com influenciadores, principalmente aqueles de p√ļblico m√©dio.

Isso porque existem produtores de nichos diferentes, vários seguidores e que trabalham com diferentes formas de negociação.

No mercado B2B, as startups podem explorar bastante essa iniciativa, j√° que existem figuras conhecidas em segmentos mais espec√≠ficos que se destacam pela qualidade do conte√ļdo que produzem e atraem um p√ļblico bastante fisgado.

6. Conte√ļdo interativo

O Conte√ļdo Interativo surgiu como uma nova for√ßa no marketing de conte√ļdo. √Č um tipo de material din√Ęmico que estimula a participa√ß√£o do usu√°rio na transmiss√£o de suas informa√ß√Ķes, oferecendo uma experi√™ncia original no consumo do conte√ļdo.

N√£o necessariamente √© utilizado apenas no meio digital, mas foi na Internet que esse tipo de conte√ļdo alcan√ßou diversos formatos, como calculadoras, question√°rios e infogr√°ficos interativos, por exemplo, entre outras novas possibilidades de intera√ß√£o.

O Conte√ļdo Interativo faz alian√ßas entre conte√ļdo relevante e entretenimento, transformando a experi√™ncia do consumidor em algo mais din√Ęmico e divertido.

Como resultado, você pode despertar o desejo dos consumidores, chamar sua atenção e orientá-los em sua jornada até a conversão.

Al√©m disso, √© uma √≥tima oportunidade para coletar dados prim√°rios (first-party-data), ou seja, os usu√°rios fornecem suas informa√ß√Ķes diretamente em suas p√°ginas.

N√£o h√° melhor forma de conhecer com precis√£o o comportamento do seu p√ļblico, pois cada intera√ß√£o que o usu√°rio faz pode ser monitorada.

Por exemplo: suponha que em sua proposta de valor voc√™ identifique que seu neg√≥cio pode resolver 4 principais problemas dos clientes. Voc√™ pode ent√£o criar um question√°rio no qual pergunta ao usu√°rio qual destes 4 problemas √© o que mais d√≥i. Ao analisar as respostas voc√™ tomar√° decis√Ķes muito mais acertadas!

N√≥s recomendamos:  10 melhores cursos de marketing

7. Marketing de mídia social

Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn são os 4 redes sociais mais utilizadas atualmente. E se os consumidores estão neles, as marcas também devem.

Através das redes sociais, as empresas podem:

  • informar: divulgar produtos ou servi√ßos, artigos, ofertas, a√ß√Ķes, eventos e muito mais;
  • observar: analise o comportamento dos usu√°rios e o que eles est√£o dizendo sobre sua marca e concorrentes;
  • interagir: aproximar-se do p√ļblico e encontrar formas de criar uma conex√£o entre a marca e os usu√°rios.

Al√©m de serem um ambiente relacional org√Ęnico, as redes sociais tamb√©m oferecem plataformas de publicidade que permitem chegar aos consumidores de forma mais precisa atrav√©s de an√ļncios altamente direcionados.

E o melhor, sem a necessidade de grandes investimentos, já que é possível começar a anunciar com um valor mínimo.

8. Marketing de produto

Marketing de Produto é um tipo de marketing que tem como foco conectar os produtos da empresa com as pessoas.

Seu objetivo é encontrar os consumidores certos para um determinado produto e criar uma forma de vendê-lo que seja interessante para os compradores. Esse tipo de marketing é essencial para startups que estão lançando um novo produto e ingressando em um novo mercado.

Quer inspirar um grande n√ļmero de pessoas com isso sem precisar gastar muito dinheiro? Para fazer isso, voc√™ s√≥ precisa criar v√≠deos de demonstra√ß√£o de produtos.

Assim, a import√Ęncia do Marketing de Produto est√° relacionada com a compreens√£o do cliente e do mercado e procura garantir que:

  • o produto est√° devidamente posicionado para as demandas do mercado;
  • tanto as equipes de marketing quanto de vendas conhecem o produto adequadamente para desenvolver a√ß√Ķes eficientes para novos clientes;
  • o produto atende √†s necessidades do comprador;
  • o produto permanece relevante √† medida que o mercado evolui.

Al√©m disso, nos √ļltimos anos o Marketing de Produto evoluiu para dar origem ao conceito de Product-led-Growth (crescimento orientado ao produto).

Essa metodologia prop√Ķe que um mesmo software ou programa oferecido pela empresa seja fonte de aquisi√ß√£o, convers√£o e reten√ß√£o de clientes, pois est√° em constante evolu√ß√£o para o usu√°rio.

9. Co-marketing

Tamb√©m chamado de Cross Marketing, √© a alian√ßa entre duas empresas para criar e promover um produto, servi√ßo ou conte√ļdo, fazendo-o atingir um p√ļblico comum, para que ambas se beneficiem da estrat√©gia.

Este formato de Marketing Digital pode ser muito interessante para empresas que n√£o possuem uma base consistente de recursos para investimento em publicidade.

Isso porque o custo total de cria√ß√£o de uma estrat√©gia publicit√°ria √© dividido entre as duas partes, e algumas delas s√£o at√© ‚Äúabsorvidas‚ÄĚ com a utiliza√ß√£o de m√£o de obra interna.

No caso das startups, esta alternativa pode ser muito interessante, pois uma empresa nascente tende a ter contactos pr√≥ximos com outras contempor√Ęneas ou que atuam em mercados relacionados. Essa proximidade pode gerar uma rela√ß√£o ganha-ganha para o seu neg√≥cio e para outros!