Notícias de dispositivos móveis, gadgets, aplicativos Android

‚ÄėPanteras Negras‚Äô ‚Äď Uma gangue de troca de SIM conectada √† Dark Web foi presa

A Pol√≠cia Nacional Espanhola prendeu a not√≥ria gangue de troca de SIM que operava sob o nome de ‚ÄúPanteras Negras‚ÄĚ por v√°rios crimes cibern√©ticos.

Os agentes da lei prenderam 55 pessoas, incluindo o líder que chefiava a gangue dos Panteras Negras.

Os operadores por trás desses Panteras Negras cometeram fraudes bancárias por meio de ataques de troca de SIM com outros métodos, como técnicas de engenharia social, VistoriaPhishing ou Cardação para encaminhamento de chamadas.

Centenas de vítimas foram enganadas e este grupo roubou cerca de 250.000 euros.

‚ÄúA investiga√ß√£o ‚Äď que permitiu detectar cerca de 100 v√≠timas e uma fraude no valor de 250 mil euros distribu√≠da por todo o territ√≥rio nacional ‚Äď terminou com a deten√ß√£o de 55 pessoas de diferentes nacionalidades‚ÄĚ.

Estrutura da Rede de Criminosos

A gangue criminosa formou uma rede bem estruturada e cada divis√£o empregou a respectiva habilidade, acessibilidade √†s informa√ß√Ķes roubadas e experi√™ncia.

O grupo usou v√°rias t√©cnicas, como phishing, pesca e t√©cnicas de encaminhamento de chamadas para criar cart√Ķes SIM duplicados usando a t√©cnica de troca de SIM.

Depois de trocarem com sucesso o cart√£o SIM, eles assumiram o controle do banco eletr√īnico de suas v√≠timas e fizeram transfer√™ncias fraudulentas para uma rede.

O ataque combinado permitiu-lhes aceder aos fundos das contas das vítimas, que possuíam até se esgotar o saldo existente.

‚ÄúA solv√™ncia com que a organiza√ß√£o criminosa agiu contra as empresas foi tal que estas entraram em contacto com os seus distribuidores locais, fazendo-se passar pelo servi√ßo t√©cnico da sua plataforma, para roubar as credenciais de utilizador dos funcion√°rios.‚ÄĚ

Cart√Ķes comprados na Dark Web

Como resultado, ‚Äúisto deu-lhes acesso √† base de dados das pr√≥prias operadoras de telefonia e permitiu-lhes obter os dados pessoais das v√≠timas, fazendo eles pr√≥prios cart√Ķes SIM duplicados‚ÄĚ. A pol√≠cia espanhola disse em um comunicado de imprensa relat√≥rio.

N√≥s recomendamos:  Vivo V5 Plus: Um telefone celular com uma c√Ęmera frontal dupla de 20 MP + 8 MP para amantes de selfie

Autoridades de fiscaliza√ß√£o constataram que a organiza√ß√£o tamb√©m utilizou membros de uma segunda c√©lula de a√ß√£o especializada em cometer fraudes por meio de carding (clonagem de cart√Ķes banc√°rios) e obten√ß√£o de informa√ß√Ķes pessoais por meio de engenharia social.

Al√©m disso, o grupo comprou n√ļmeros de identifica√ß√£o e de cart√£o de cr√©dito atrav√©s de v√°rios mercados negros na Dark Web usando criptomoedas e clonou com sucesso cart√Ķes usados ‚Äč‚Äčpara comprar produtos de luxo e tamb√©m ser entregues exibindo os cart√Ķes de identifica√ß√£o f√≠sicos roubados ou comprados nos mercados negros.

A pol√≠cia realizou sete buscas domiciliares nas quais uma carteira de criptomoedas do tipo hardware, 45 cart√Ķes SIM, 11 telefones celulares, 4 Est√£o envolvidos laptops, ve√≠culo de √ļltima gera√ß√£o e farta documenta√ß√£o relacionada aos fatos investigados.

Secure Web Gateway ‚Äď Regras de filtro da Web, rastreamento de atividades e prote√ß√£o contra malware ‚Äď Baixe o e-book gr√°tis