Notícias de dispositivos móveis, gadgets, aplicativos Android

Pesquisadores inventam malware para iPhone que funciona mesmo quando o telefone est√° desligado

Ao contr√°rio da cren√ßa popular de que os iPhones s√£o os telefones mais inabal√°veis ‚Äč‚Äčque existem, eles ainda s√£o propensos a malware. Agora, se voc√™ descobrisse malware no seu iPhone, seus instintos entrariam em a√ß√£o e voc√™ poderia optar pelo bom e velho truque de ‚Äúdesligar o telefone‚ÄĚ. Mas isso pode n√£o ser suficiente!

Por mais assustador que pare√ßa, pesquisadores da Universidade T√©cnica de Darmstadt desenvolveram um novo tipo de malware que funciona mesmo quando o iPhone est√° desligado. ‘Como o malware pode funcionar sem energia?’ pensamos que voc√™ iria perguntar! A resposta mais direta para isso √© que os telefones celulares n√£o est√£o completamente desligados atualmente.

Como funciona o malware do iPhone

Ap√≥s a atualiza√ß√£o do iOS 15, os iPhones permanecem ‚Äėlocaliz√°veis‚Äô via Bluetooth, mesmo depois de voc√™ deslig√°-los. O malware aproveita o modo de baixo consumo do iPhone ‚Äď que funciona com todos os iPhones desde 2018 (come√ßando com o iPhone Xs e XR).

Esse recurso permite que os chips NFC, Bluetooth e banda ultralarga consumam um pouco de energia, mesmo com o processador principal desligado. Esses chips podem funcionar indefinidamente, tornando seu telefone rastre√°vel por meio do recurso ‚ÄėFind My‚Äô e mantendo recursos como Car Key e Express Cards funcionais.

Tudo isso pode parecer √ļtil se voc√™ perder seu iPhone, mas tamb√©m abre o dispositivo para poss√≠veis malwares que podem ser executados at√© que a bateria acabe.

O chip Bluetooth vem com seu firmware, que funciona separadamente do processador principal. Segundo os pesquisadores, esse firmware √© parte fundamental do estudo, pois n√£o possui prote√ß√£o contra altera√ß√Ķes e √© totalmente n√£o assinado.

Isso significa que os invasores podem executar malware Bluetooth mesmo em um iPhone desligado. Na tentativa de garantir AppleChip NFC da que armazena informa√ß√Ķes para chaves de carro, cart√Ķes expressos e Apple Payos chips UWB e Bluetooth s√£o conectados fisicamente.

N√≥s recomendamos:  Como fazer a po√ß√£o da fraqueza no Minecraft (2023)?

Conseq√ľentemente, os hackers podem acessar as informa√ß√Ķes do Secure Element atacando o firmware do chip Bluetooth. Para piorar a situa√ß√£o, como o suporte LPM √© utilizado em hardware, ele n√£o pode ser removido simplesmente atualizando o sistema. Isso significa que hacks no n√≠vel do firmware que utilizam modos de baixo consumo de energia podem ser dif√≠ceis de detectar. Voc√™ pode localizar malware porque ele consome mais bateria.

Nem toda esperança está perdida.

Mas, nem tudo √© ruim! √Č pertinente mencionar aqui que o malware mencionado precisa de um iPhone desbloqueado, reduzindo as chances de usu√°rios regulares serem afetados por ele.

Os pesquisadores compartilharam sua descoberta com Apple, o que significa que a empresa abordar√° essas preocupa√ß√Ķes em dispositivos futuros. Ainda assim, isto mostra que, com cada nova funcionalidade, existem oportunidades que os ‚Äúhackers‚ÄĚ podem explorar. E, com todas as acrobacias poss√≠veis feitas cedo, h√° muitas que n√£o descobrimos at√© que seja tarde demais.