Notícias de dispositivos móveis, gadgets, aplicativos Android

Proibição do TikTok em campi universitários dos EUA provoca indignação

O TikTok continua a gerar polêmica. Atualmente, essa rede social passa por uma forte onda de banimentos dentro de diversas universidades americanas, que não querem que seus alunos a utilizem em seus campi. Os Estados Unidos parecem considerar a plataforma como um grande problema de segurança pelas falhas do TikTok na proteção de dados.

Agora será mais difícil para alguns estudantes americanos gastar seu tempo no TikTok. As lacunas nesta rede social são uma grande preocupação para o país. O governo dos Estados Unidos quer estudantes use outras plataformas mais segurasque não representam perigo para a nação.

Por que as universidades dos EUA est√£o banindo o TikTok?

As proibi√ß√Ķes recentes do TikTok em algumas universidades foram emitidas por v√°rios governadores estaduais, que tomaram medidas para restringir o acesso ao aplicativo. Alguns campi eles bloquearam o acesso √† rede a partir do seu WiFi, mas tamb√©m dos computadores disponibilizados aos alunos.

Estas medidas devem-se sobretudo aos perigos da rede social, em termos de privacidade. A preocupa√ß√£o aumentou devido √†s confiss√Ķes feitas pela rede social, onde o TikTok admite que espiona utilizadores da China. A tecnol√≥gica chinesa ByteDance garantiu que violou a privacidade dos seus utilizadores, mas que n√£o o faz para pior. Pa√≠ses como a √ćndia tamb√©m baniram o TikTok pelo roubo de dados.

O governador do Texas, Greg Abbott, ordenou que as ag√™ncias daquele estado proibissem o aplicativo no dispositivos governamentais, citando quest√Ķes de privacidade e seguran√ßa. Recorde-se que a administra√ß√£o Biden tamb√©m proibiu o TikTok para parlamentares num projeto de lei previamente assinado.

Universidades que baniram o TikTok em seus campi

Muitas universidades tomaram medidas para restringir o acesso ao aplicativo. Alabama, Arkansas, Fl√≥rida, Ge√≥rgia, Idaho, Iowa, Oklahoma, Dakota do Sul e agora Texas foram alguns deles. A Universidade do Texas e a Texas A&M University s√£o duas das √ļltimas universidades a tomar medidas contra o aplicativo mais baixado do mundo, de propriedade da ByteDance, cuja controladora est√° sediada em Pequim.

N√≥s recomendamos:  Compre a oferta Xiaomi RedMi Pro por apenas 230 euros

Estes eventos geraram uma s√©rie de pol√™micas e os estudantes sentem que estas restri√ß√Ķes os est√£o a privar do acesso √† informa√ß√£o. Isto representa um movimento devastador para os utilizadores desta rede social, que pretendem que estes bloqueios sejam eliminados. Embora mesmo essas proibi√ß√Ķes n√£o cheguem ao ponto de exigir que os alunos excluam o aplicativo de seus dispositivos.

Por outro lado, essas proibi√ß√Ķes universit√°rias provavelmente n√£o ter√£o muito impacto na popularidade do aplicativo. Os alunos podem facilmente contornar as proibi√ß√Ķes de rede no campus. Aqui est√° o universidades que anunciaram uma proibi√ß√£o do TikTok:

  • Universidade do Texas em Austin.
  • Universidade do Texas em Dallas.
  • Texas A&M.
  • Universidade West Texas A&M.
  • Sistema da Universidade de Houston.
  • Sistema da Texas Tech University.
  • Universidade Langston.
  • Universidade de Oklahoma.
  • Universidade Estadual do Nordeste.
  • Universidade Estadual de Oklahoma.
  • Sistema Universit√°rio de Dakota do Sul.
  • Universidade de Auburn.
  • As 26 universidades e faculdades do Sistema Universit√°rio da Ge√≥rgia.
  • Universidade T√©cnica de Arkansas.
  • Universidade Estadual de Arkansas.
  • Universidade Estadual de Boise.
  • Universidade Estadual de Idaho.
  • Universidade de Idaho.
  • Todas as universidades p√ļblicas em Iowa.
  • As 16 escolas do Sistema Universit√°rio de Montana.

Você acha que essas políticas de proibição são muito precipitadas? Deixe-nos a sua opinião.